Dicas Utilidades

Por que o celular esquenta? Descubra alguns motivos que podem explicar o superaquecimento do seu smartphone

celular esquenta

Em algum momento da vida todos os proprietários de smatphones já sentiram um aquecimento considerado “anormal” em seus aparelhos. Contudo, nem sempre sentir um calor a mais provinda do dispositivo pode ser sinal de problema, às vezes pode ser um sinal de que você está utilizado o seu celular excessivamente.

No entanto, é muito importante ficar de olho nos sinais, uma vez que o superaquecimento do aparelho (sem um motivo parente) pode sim ser sinal de algum problema.

Dito isso, hoje separamos alguns problemas que podem explicar o motivo pelo qual o seu celular esquenta. Confira!

Por que o celular esquenta?

Apesar de o que possa parecer, reparar em um aquecimento esporádico do seu smartphone não necessariamente é sinal de que o aparelho está apresentando algum problema. Isso porque celulares são produtos eletrônicos e, por isso, operam mediante a movimentação de eletricidade, o que gera calor.

No entanto, essa temperatura deve ser equivalente a utilização do celular. Ou seja, quanto mais você utilizar o seu aparelho, quanto mais jogar, utilizar aplicativos ou permitir que esses trabalhem em segundo plano, mais quente o celular ficará.

Isso quer dizer que, caso você esteja utilizando mais do que o normal o seu dispositivo móvel, o calor aumentará conforme essa utilização. Esse é o princípio básico, qualquer coisa além disso pode ser um sinal de problema.

Quando o celular superaquece

Como mencionamos, um pequeno aquecimento esporádico não é sinal de problema, porém, caso a temperatura do mesmo esteja alta a ponto de ser desconfortável tocar o dispositivo, ai sim é o momento de se preocupar, principalmente se acontecer com frequência.

Isso porque os celulares modernos são desenvolvidos para evitar esse tipo de coisa, tanto durante a fabricação quanto no tocante a ferramentas que são inseridas no dispositivo para impedir esse tipo de problema no decorrer dos anos.

Uma curiosidade é que quando o celular está superaquecido, o processador do aparelho diminui a velocidade para tentar “frear” o aquecimento, e quando a situação está realmente alarmante, o celular emite um alerta para que o usuário pare de utilizá-lo por um tempo.

Esses mecanismos servem para impedir danos permanentes ao aparelho, como, por exemplo, a deterioração da vida útil da bateria e até mesmo para impedir corrosão ou explosão (em casos mais raros).

Os celulares, no geral, são fabricados para operar entre 0º e 35º Celsius, aproximadamente, e quando essa temperatura sobe muito, ocorrem os casos citados acima.

Dito isso, saiba que diversas ações realizadas por nós acaba fazendo com que a temperatura normal do dispositivo acabe ultrapassando os limites, confira os principais motivos abaixo.

Situações que podem causar o aquecimento do celular:

  • Uso excessivo do celular
  • Falhas de fabricação
  • Malware
  • Vírus
  • Bateria com defeito ou bateria muito antiga
  • Carregadores piratas ou de baixa qualidade
  • Fatores externos, tais como: deixar o celular exposto ao sol, em locais quentes, aquecimento por conta da própria capinha quando muito pesada (muito plástico ou couro) ou dentro de qualquer material que isole o celular e reduza a eliminação do calor gerado.

Artigos relacionados:

Deixe seu Comentário